Décadas De Som

Décadas De Som é um blogue que visa recordar as grandes bandas do passado que não tiveram
o espaço que mereciam na mídia, ou que já o perderam, e falar das novas que são competentes
para serem grandes, mas que por alguma razão ainda não o são.

domingo, 5 de Setembro de 2010

Fellini



Fellini é uma banda paulistana do que foi convencionado chamar pós-punk. Tinham sim influência de pós-punk, mas também de outros estilos, como new wave, samba e MPB. Surgiram oficialmente a 18/05/1984, quarto ano de morte de Ian Curtis, vocalista da Joy Division, precursor e ícone do pós-punk. Realizaram seu primeiro show no extinto Bar Albergue, na Rua 13 de Maio.

Em sua formação inicial tinha como integrantes:

Cadão Volpato - vocal;
Jair Marcos - guitarra, violão;
Ricardo Salvagni - bateria;
Thomas Pappon - baixo.

Lançaram em 1985 seu disco de estreia "O Adeus de Fellini", contendo 11 faixas, sendo que Joh Peel, locutor da BBC e o mais importante DJ da história do rock, toca em "Outro Endereço Outra Vida":



01 Funziona Senza Vapore
02 Rock Europeu
03 História Do Fogo
04 Cultura
05 Outro Endereço, Outra Vida
06 Bolero
07 Bolero II
08 Shiva! Shiva!
09 Nada
10 Zuane
11 Nada (Ao Vivo)
Image and video hosting by TinyPic

Com este disco Fellini conquistou alguns fãs, e o promoveu em alguns shows durante cerca de um ano, quando decidiram lançar um novo disco. "Fellini Só Vive 2 Vezes", nome tirado do filme "Com 007 Só Se Vive Duas Vezes". Esse álbum marca a saída, por motivos pessoais, de Jair Marcos e Ricardo Salvagni. Outras 11 faixas foram gravadas nesse LP:



01 Alcatraz Song
02 Mãe Dos Gatos
03 Todos Os Dias Da Semana
04 Domingo De Páscoa
05 Alguma Coisa Vai Dar
06 Burros e Oceanos
07 Socorro
08 Tabu
09 Tudo Sobre Você
10 O Padre Hippie
11 O Padre Hippie Voltou
Image and video hosting by TinyPic

Com participação de Silvano Michelino, percussionista, e de Sugar Blues, gaitista estadunidense, além das vozes de Osmar Santos, radialista, e do falecido John Peel, lançaram em 1987 seu terceiro disco, "3 Lugares Diferentes", que é considerado pelos fãs o melhor de Fellini, contendo 14 faixas:



01 Ambos Mundos
02 Rosas
03 La Paz Song
04 Teu Inglês
05 Zum Zum Zazoeira
06 Pai
07 Valsa De La Revolución
08 Massacres Da Coletivização
09 Rio Bahia
10 Lavorare Stanca
11 Onde O Sol Se Esconde
12 Zum Zum Zazoeira (Ao Vivo)
13 Ambos Mundos (Ao Vivo)
14 Teu Inglês (Ao Vivo)
Image and video hosting by TinyPic

Em 1990 contaram com a produção e a programação eletrônica de R.H. Jackson para lançar seu quarto álbum, "Amor Louco", muito bem trabalhado em cada uma de suas 12 faixas:



01 Chico Buarque Song
02 Amor Louco
03 Clepsidra
04 Cidade Irmã
05 LSD
06 Você É Música
07 Love 'Til The Morning
08 Grandes Ilusões
09 Samba Das Luzes
10 Città Piu Bella
11 Kandisky Song
12 É O Destino
Image and video hosting by TinyPic

O último álbum de Fellini, gravado em 2002, é "Amanhã É Tarde". Em 2005 participaram da coletânea inglesa "The Sexual Life of the Savages" com as canções "Rock Europeu" e "Zum Zum Zazoeira". Infelizmente já deixaram claro que a banda, apesar de raros shows, não mais existe e não mais gravará um álbum.

Sem comentários:

Enviar um comentário